Concurso para preservação ao Patrimônio Cultural está com edital aberto

Inscrições vão até 17 de maio e podem se candidatar pessoas e iniciativas que desenvolvam trabalhos de preservação patrimonial no país

29/03/2019


Em sua 32ª edição, o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade selecionará oito trabalhos que se dedicam à preservação do Patrimônio Cultural brasileiro, entre patrimônios materiais e imateriais. De acordo com o edital, cada categoria possui quatro segmentos: Entidades Governamentais; Empresas e Fundações privadas; Instituições sem fins lucrativos da sociedade civil e Pessoas Físicas e representantes de grupos ou coletivos. 

Ainda consta no edital que a participação no concurso é garantida a "pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas, que tenham desenvolvido ou estejam desenvolvendo ações voltadas para a preservação do patrimônio cultural brasileiro em qualquer lugar do território nacional e que tenham tido ao menos uma de suas etapas concluídas em 2018".

As inscrições podem ser realizadas até o dia 17 de maio e todo o material solicitado no edital deverá ser entregue às Superintendências estaduais e do Distrito Federal do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). 

Para saber mais informações e sobre as formas de se inscrever, acesse o edital aqui.  

 

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade
Promovido pelo Iphan desde 1987, o concurso abrange todo o país e tem como objetivo reconhecer, valorizar e incentivar a proteção e a conservação do Patrimônio Cultural brasileiro. Em 2018, foram premiados os estados do Pará, Ceará, Pernambuco, Bahia e São Paulo. Para saber mais, acesse o portal do Iphan.





Confira também:




ACESSE